Voltar para o blog

7 principais processos de RH e como fazer a gestão deles

Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves 09/10/2023
7 principais processos de RH e como fazer a gestão deles

Gestão

O setor de Recursos Humanos (RH) desempenha um papel vital em qualquer organização, sendo responsável pela gestão do capital humano e pela criação de um ambiente de trabalho saudável e produtivo. No entanto, esse setor também enfrenta uma série de desafios únicos e em constante evolução. 

Conhecer quais são os diferentes processos de RH é fundamental para administrá-los com maior eficácia, para que as respostas dos investimentos e ações tragam resultados promissores para a corporação. 

Ao ler este artigo você vai conhecer alguns desses processos e como geri-los. Acompanhe!

1. Planejamento

O planejamento no setor de RH envolve a antecipação estratégica das necessidades de pessoal da organização. Primeiro, avalie metas e objetivos da empresa para determinar as habilidades necessárias. Em seguida, identifique as vagas e defina estratégias de recrutamento, seja por meio de contratações externas ou desenvolvimento interno. 

Além disso, considere programas de treinamento para aprimorar habilidades existentes. O planejamento também deve abordar a gestão do desempenho, retenção de talentos e promoção da diversidade, garantindo que a equipe esteja alinhada com as metas e valores da empresa.

2. Recrutamento e seleção

Para uma gestão de recrutamento e seleção eficaz, primeiro, defina claramente os requisitos do cargo e as competências necessárias. Em seguida, desenvolva estratégias de divulgação em plataformas relevantes para atrair candidatos qualificados. 

Realize avaliações criteriosas das candidaturas e conduza entrevistas estruturadas, avaliando habilidades técnicas e adequação cultural. Por fim, tome decisões coerentes e forneça feedback construtivo aos candidatos não selecionados.

3. Avaliação de desempenho

Para realizar uma avaliação de desempenho que traga informações exatas para a corporação é necessário:

  • estabelecer critérios claros;
  • escolher métodos adequados;
  • promover diálogo;
  • criar planos de ação.

Ao seguir esses passos, a avaliação de desempenho se tornará uma ferramenta valiosa para o desenvolvimento dos colaboradores e o aprimoramento dos resultados da empresa.

4. Onboarding

O processo de Onboarding no setor de Recursos Humanos é essencial para uma integração adequada dos novos colaboradores, ajudando a proporcionar o engajamento entre eles. É uma introdução cuidadosa da cultura, valores e expectativas da empresa, desde o primeiro dia de trabalho. 

Portanto, é excelente criar um ambiente de receptividade e levar o novo membro a fazer um tour pelos setores da empresa, apresentar o local de trabalho e seu gestor direto e organizar o local de trabalho do novo membro, entre outras ações importantes para um bom acolhimento.

5. Treinamentos

O RH deve abordar o treinamento dos colaboradores de forma abrangente e eficaz. Comece pela identificação das lacunas de habilidades por meio de estimativas individuais e de equipe. O setor pode projetar programas de treinamentos personalizados com intermédio de tecnologias que combinem formatos como workshops interativos, cursos online e treinamentos práticos no local de trabalho. 

A comunicação clara dos objetivos de aprendizado e dos benefícios para o desenvolvimento profissional motiva os colaboradores a se engajarem ativamente. Acompanhar o progresso, fornecer feedback regular e ajustar os programas conforme necessário garante que o treinamento seja contínuo e as metas organizacionais sejam alcançadas.

6. Cargos

Cabe ao setor de RH fazer um mapeamento dos cargos que precisam ser preenchidos na empresa. As decisões das funções acontecem conforme os conhecimentos, competências e habilidades que cada cargo exige. 

7. Remuneração e benefícios

O RH deve realizar uma gestão de benefícios e remuneração de forma estratégica e competitiva. Uma maneira de alcançar esse objetivo é realizando pesquisas de mercado. O setor pode estabelecer faixas salariais justas e claras conforme as responsabilidades de cada cargo.

A análise das políticas de benefícios e remuneração são incentivos que garantem a atratividade e retenção dos talentos. A comunicação transparente sobre a estrutura salarial e os benefícios disponíveis ajuda a manter os colaboradores engajados e satisfeitos, enquanto os ajustes regulares asseguram a conformidade com as tendências do mercado.

Como vimos, os processos de RH são atividades que precisam ser muito bem administradas. O uso de ferramentas tecnológicas são indispensáveis para que essa gama de atividades seja executada de forma que o setor cumpra o seu papel em tempo hábil e maneira assertiva.

Gostou de conhecer algumas dicas de como fazer uma gestão de processos de maneira que traga produtividade para a empresa? Agora que tal curtir a nossa página no Facebook e se manter atualizado em relação às novidades do setor?

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Roberto Gonçalves
Escrito por

Roberto Gonçalves

Conecta tudo e todos dentro da eBox. É especialista em Gestão de Processos Gerenciais e Segurança Cibernética. Vem liderando desafios há pelo menos 20 anos nas empresas mais relevantes do setor.

Confira outros artigos

Dados digitais: o que são e como armazená-los?

Gestão

Dados digitais: o que são e como armazená-los?
Leia mais
4 dicas de como implementar a gestão com foco em processos

Organização

4 dicas de como implementar a gestão com foco em processos
Leia mais