Voltar para o blog

Cloud Storage: como funciona e o que é possível armazenar?

Marcelo Araújo
Marcelo Araújo 12/09/2022
Cloud Storage: como funciona e o que é possível armazenar?

Segurança

A capacidade de armazenar e transmitir informações de forma rápida e segura é indispensável para o bom funcionamento de um negócio. Afinal, a quantidade de dados gerados diariamente pelas empresas demanda uma estrutura muito potente para serem organizados, analisados e usados de maneira assertiva.

É justamente nesse cenário que a Cloud Storage surge como uma grande aliada, já que a ferramenta consiste no armazenamento em nuvem, com capacidade para abrigar grandes conjuntos de dados não estruturados, facilitando a rotina de qualquer negócio. No entanto, muitas pessoas ainda confundem o cloud storage com o cloud computing, e isso ocorre porque o armazenamento foi o primeiro serviço em nuvem a se popularizar.

Pensando nisso, produzimos este conteúdo com todas as informações necessárias sobre o cloud storage, para você entenda como funciona essa tecnologia e as vantagens que ela pode oferecer. Acompanhe a leitura!

O que é e como funciona o Cloud Storage?

Cloud Storage (armazenamento em nuvem, em português) é um termo que consiste em um espaço online concedido por um provedor, para que um usuário ou empresa possa armazenar os seus dados pessoais ou corporativos. Ou seja, é um sistema que permite armazenar dados na internet, da mesma forma que salvaria em um computador.

Nesse ambiente, é possível manter backup em dispositivos de armazenamento físicos, como HDs externos, pendrives e computadores, assim como criar cópias e mantê-las salvas na nuvem, garantindo maior escalabilidade e segurança.

Esses serviços podem ser públicos, privados ou híbridos, comercializados como um serviço ou instalado por meio da compra de storages ou servidores próprios para essa finalidade. Um exemplo prático de Cloud Storage é o Google Drive e o Dropbox, provedores que disponibilizam armazenamento e o compartilhamento de arquivos entre os usuários de maneira pública. 

Atualmente, a opção mais simples de armazenamento em nuvem acontece quando o usuário decide migrar arquivos e pastas repletas de informações do seu servidor, computador ou dispositivo móvel para um ambiente online, como uma forma de realizar backup, protegendo os arquivos em caso sejam danificados ou perdidos futuramente.

É importante destacar que o acesso a esse recurso é realizado a partir de um link no navegador de web, seguindo de login e senha. E a capacidade do espaço de armazenamento pode ser escalonada de acordo com as necessidades da organização.

Quais os principais benefícios?

Sabemos que deixar arquivos importantes armazenados apenas em dispositivos físicos pode ser arriscado, especialmente quando muitos usuários têm acesso. Por esse motivo, o cloud storage é uma alternativa extremamente vantajosa. A seguir, listamos alguns dos benefícios de utilizar essa ferramenta.

Segurança de dados

Em geral, os serviços projetados para a nuvem apresentam uma segurança maior do que os servidores físicos. As informações são protegidas por criptografia (um sistema que codifica os dados), tornando-os ilegíveis para quem acessa o ambiente sem autorização. Além disso, as soluções efetuam backups automáticos dos dados, o que reduz os riscos à privacidade do usuário e as chances de sucesso de ataques virtuais.

Escalabilidade

Os provedores de Cloud Storage entregam uma estrutura de TI escalável para os usuários, ou seja, o ambiente é capaz de se adaptar às demandas da empresa. Assim, ela pode alterar a capacidade de armazenamento de acordo com as necessidades sazonais apenas com alguns cliques.

Diminuição de custos

Outra vantagem do serviço é que ele diminui os custos com o armazenamento de arquivos. Isso porque, com o Cloud Storage, não é necessário manter os dispositivos de armazenamento físicos na empresa, como servidores e HDs externos. Desse modo, é possível reduzir custos com compras e mão de obra especializada para realizar instalações, manutenções e atualizações dos sistemas.

Facilita o acesso aos arquivos

A facilidade de acesso aos arquivos também é uma das principais vantagens do Cloud Storage, que poderão ser acessados por qualquer dispositivo e a qualquer hora, basta apenas que o usuário esteja autorizado a visualizar as informações. Isso ajuda a empresa a responder com agilidade às demandas operacionais.

Gestão de TI mais simplificada

Os serviços de armazenamento em nuvem apresentam métodos de contratação bem mais simples, possibilitando a gestão de TI simplificada, com uma equipe de suporte e manutenção menor, pois se trata de uma tecnologia mais inteligente e avançada. Dessa maneira, além de mais flexível, o recurso diminui as chances de surpresas no final do mês, já que a empresa só paga por aquilo que usa.

O que armazenar no Cloud Storage?

De um modo geral, as companhias utilizam o cloud storage para armazenar arquivos pessoais e empresariais, como documentos, fotos, vídeos, contatos e aplicativos. Além disso, é possível editar, recuperar, compartilhar e excluir esses dados.

O recurso ajuda a preservar os documentos sigilosos e importantes, ao mesmo tempo, oferece uma oportunidade melhor de colaborar em um projeto com outras pessoas, por meio do compartilhamento de dados. Para que isso ocorra, um ou mais Data Centers (rede de servidores) são montados e mantidos pelo provedor, fornecendo espaço e dispositivos de gerenciamento como serviços.

Qual a sua diferença para o Cloud Computing?

Os termos cloud storage e cloud computing são frequentemente usados como sinônimos. Mas, por mais que tenham muito em comum e sejam derivados da mesma fonte, são conceitos totalmente diferentes.

Como vimos, o cloud storage permite carregar e salvar dados por meio da internet para servidores baseados em nuvem. Depois disso, você e outros usuários autorizados podem prosseguir e acessar as informações de diversos dispositivos e a qualquer momento.

O cloud computing, ou computação em nuvem, por outro lado, é a tecnologia que usa a conectividade em larga escala para hospedar e disponibilizar os mais diversos recursos computacionais, que inclui armazenamento, memória e processamento de informações e programas.

Ou seja, enquanto a Cloud Storage é voltada para o armazenamento de arquivos, a computação em nuvem é o espaço que proporciona a automatização de soluções tecnológicas. Um exemplo disso é o Software as a Service (SaaS), onde você insere dados no sistema e eles são transformados remotamente através de uma interface de software sem o envolvimento do seu computador.

Viu como a Cloud Storage é uma ótima alternativa de investimento para agregar vantagem competitiva ao negócio? Lembre-se que, para a empresa alcançar bons resultados, é necessário que o recurso seja planejado para a atender às suas demandas. Nesse caso, a solução ideal é a empresa contar com profissionais especialistas nesse tipo de implementação. 

E aí, gostou do nosso artigo? Então, não deixe de curtir a nossa página no Facebook agora mesmo e fique sempre atualizado!

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Marcelo Araújo
Escrito por

Marcelo Araújo

Responsável pelo time de vendas e marketing da eBox. Mais de 25 anos de experiência na área comercial com foco em vendas de produtos de tecnologia e serviços.

Confira outros artigos

Dados digitais: o que são e como armazená-los?

Gestão

Dados digitais: o que são e como armazená-los?
Leia mais
4 dicas de como implementar a gestão com foco em processos

Organização

4 dicas de como implementar a gestão com foco em processos
Leia mais