Voltar para o blog

4 indicadores de RH que você não pode deixar de analisar

Marcelo Araújo
Marcelo Araújo 26/02/2019
4 indicadores de RH que você não pode deixar de analisar

Produtividade

Mensurar o desempenho é uma das atividades mais importantes no gerenciamento de um negócio. Sendo assim, medir e avaliar indicadores de RH é fundamental, pois em toda empresa as pessoas são uma das chaves para o sucesso. Confira neste artigo o que são esses indicadores e exemplos que devem ser acompanhados!

O que são indicadores de RH?

Um indicador de desempenho, também chamado KPI (Key Performance Indicator) é uma expressão matemática que fornece informações relevantes a respeito dos resultados alcançados na execução de uma atividade específica ou de um processo em geral. O papel do KPI é dar subsídios para a análise do progresso rumo aos objetivos de curto e longo prazo de sua organização. Os indicadores selecionados devem estar diretamente vinculados às metas e estratégias gerais. Da mesma forma, os indicadores de RH medem áreas e atividades específicas da sua empresa por meio de métricas quantificáveis ​​que permitem rastrear e avaliar se as práticas e ações voltadas à gestão de pessoas estão causando um impacto positivo na lucratividade do negócio.

Quais indicadores utilizar?

Não existe um conjunto de métricas que se adapte automaticamente a todas as organizações. É interessante ficar atento e não trabalhar com as longas listas de indicadores de RH que podem tornar o trabalho de mensuração tão confuso e custoso a ponto de desvirtuar o trabalho. Quando isso acontece, é inevitável que se crie uma cultura de medir por medir, perdendo o propósito real. Por outro lado, alguns KPIs são bastante estratégicos e dão uma boa síntese do sucesso das ações que estão sendo implementadas.

1. Retenção de talentos

Esse é um indicador utilizado para avaliar o tempo médio de permanência dos principais talentos. A taxa de retenção é calculada comparando-se o número de talentos que ingressaram na empresa em um período específico em relação àqueles que permaneceram durante o mesmo período. É preciso um forte trabalho preliminar dos profissionais de desenvolvimento humano no sentido de identificar quem são esses talentos e assim acompanhar suas evoluções. E, caso o tempo de retenção esteja abaixo do esperado, buscar as causas que motivam saídas precoces.

2. Absenteísmo

Este indicador de recursos humanos mede as ausências de funcionários devido a atrasos, licenças médicas ou ausências com e sem justificativas em determinado período. Com o monitoramento contínuo, você poderá identificar tendências de queda, fruto de determinadas ações de melhoria na qualidade de vida dos colaboradores. Pode também avaliar se um mês de alta foi resultado de algum impacto específico, como um surto de doença na região, ou se tem viés de crescimento, podendo indicar algo que precisa ser entendido em maior nível de profundidade. Quando você sabe o valor médio da hora de trabalho de seus colaboradores, é possível também calcular o impacto do absenteísmo nos custos da empresa.

3. Educação e treinamento

Cursos para funcionários têm um impacto direto na forma como eles executam suas atividades. Esse KPI destina-se a monitorar os níveis de produtividade de cada funcionário na comparação entre o antes e o depois de terem sido treinados. Assim, é possível criar estratégias específicas para aumentar os níveis de engajamento e satisfação dos colaboradores. Pode ser calculado em termos percentuais, por meio de uma matriz que indica a proporção de pessoas treinadas ou de uma forma mais complexa, visando mensurar a efetividade dos cursos oferecidos.

4. Pesquisa de clima organizacional

A pesquisa de clima é um modo de mensurar a satisfação dos colaboradores com o ambiente de trabalho de uma forma geral. Você deve aplicar questionários anônimos, pedindo que as pessoas respondam às perguntas com o máximo de sinceridade. Apenas assim é possível utilizar os padrões encontrados nas respostas para identificar falhas e propor ações de melhoria. Nesse tipo de pesquisa, é comum haver perguntas que visam entender o que pensam os colaboradores a respeito de aspectos que vão desde as condições físicas do posto de trabalho até questões de relacionamento com superiores, pares e subordinados. Os indicadores de RH fornecem informações fundamentais para a tomada de decisão em empresas, tanto no dia a dia, quanto em definições estratégicas. Trabalhar com bons KPIs pode ser um grande diferencial de sucesso. Quais são suas opiniões a respeito desse assunto? Não deixe de compartilhar conosco nos comentários!

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Marcelo Araújo
Escrito por

Marcelo Araújo

Responsável pelo time de vendas e marketing da eBox. Mais de 25 anos de experiência na área comercial com foco em vendas de produtos de tecnologia e serviços.

Confira outros artigos

Aprenda como realizar a gestão de documentos na sua empresa

Gestão

Aprenda como realizar a gestão de documentos na sua empresa
Leia mais
Sustentabilidade em tempos digitais: como exercitar?

Tendências

Sustentabilidade em tempos digitais: como exercitar?
Leia mais