Voltar para o blog

Entenda a importância e como aplicar a GDPR em seu negócio

Marcelo Araújo
Marcelo Araújo 20/09/2019
Entenda a importância e como aplicar a GDPR em seu negócio

Segurança

A proteção de dados é muito importante para empresas de diversos portes, apesar de associarmos ela aos grandes negócios. Isso ocorre porque são noticiados apenas os ataques cibernéticos que aconteceram nessas organizações, a exemplo do Facebook, do Yahoo, da XP Investimentos, dentre outras. Segundo estudo da Fiesp realizado em 2015, 65% desses ataques aconteceram em pequenas empresas e tinham foco financeiro. Dessa forma, o assunto vem sendo discutido há bastante tempo e deu origem ao Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados na União Europeia, em maio de 2018. Seu objetivo é criar procedimentos transparentes sobre a coleta, armazenamento e compartilhamento dos dados pessoais com a ajuda dos recursos tecnológicos. Só que os gestores ainda não sabem como aplicar GDPR e de que forma ele pode ajudar na segurança das informações da empresa. Se você está passando por isso, continue a leitura que explicaremos tudo sobre o tema!

Como aplicar GDPR?

Alguns setores precisarão passar por mudanças estruturais e dinâmicas, além de reajustar os procedimentos de toda a empresa. A equipe, que envolve desde cargos operacionais até estratégicos, deve estar envolvida no processo de transição e adaptação. Confira os principais passos que devem ser planejados antes de implementar a GDPR na sua empresa.

Nomear o Data Protection Officer (DPO)

O primeiro passo é definir o responsável pela implementação ou um Comitê de Segurança da Informação. Essa pessoa ou grupo terá como função proteger os dados dos clientes e colaboradores, além de propor o regulamento interno para o uso das informações e adaptar os procedimentos internos da empresa.

Mapear e avaliar os dados pessoais

É necessário analisar quais áreas serão impactadas pelo regulamento e verificar quais práticas atuais elas adotam sobre a proteção da informação. Nessa análise é preciso checar o tratamento dos processos de coleta, registro, estruturação, armazenamento, consulta, utilização, divulgação e destruição dos dados pessoais.

Definir um plano de ação

Após analisar como é feito o processo atualmente nos setores, é preciso confrontar essas informações com as ações previstas na GDPR. Caso exista algum procedimento divergente, a saída é criar um plano de ação para regularização. Então, é fundamental prever, dimensionar e medir o esforço necessário para implementar cada melhoria.

Criar procedimentos e políticas

Esses documentos internos devem prever os princípios de tratamento dos dados conforme estipulado no GDPR, como a licitude, lealdade e transparência, responsabilidade demonstrada, integridade e confidencialidade, dentre outras. Dessa forma, será preciso celebrar acordos de sigilo e confidencialidade de acesso aos dados com a equipe e os prestadores de serviços, além de determinar as pessoas responsáveis pela elaboração, organização e registro dos dossiês. Como pôde perceber, esse regulamento terá atenção inicial nas médias e grandes empresas, mas os pequenos negócios também precisam adaptar. Então, o momento de entender como aplicar GDPR é agora! Você pode contar com a ajuda de uma consultoria especializada no tema para orientá-lo e tornar esse processo de mudança mais simples. Para saber qual é o impacto da GDPR no Brasil, leia o artigo sobre a Lei Geral de Proteção de Dados!

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Marcelo Araújo
Escrito por

Marcelo Araújo

Responsável pelo time de vendas e marketing da eBox. Mais de 25 anos de experiência na área comercial com foco em vendas de produtos de tecnologia e serviços.

Confira outros artigos

5S nas empresas: quais os benefícios e como implementar o programa?

Produtividade

5S nas empresas: quais os benefícios e como implementar o programa?
Leia mais
Conheça os 6 pilares da transformação digital e como são usados

Transformação Digital

Conheça os 6 pilares da transformação digital e como são usados
Leia mais