Voltar para o blog

ECM: como funciona a gestão de conteúdos empresariais?

Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves 21/11/2023
ECM: como funciona a gestão de conteúdos empresariais?

Gestão

Nunca se falou tanto como agora na gestão eficaz de conteúdos empresariais, por ser um processo essencial para o sucesso de qualquer organização. Neste artigo, mergulharemos no mundo do Enterprise Content Management (ECM) para entender como ele opera e por que é uma peça fundamental no quebra-cabeça da eficiência empresarial.

Vamos explorar as principais funções do ECM, os seus benefícios e como ele ajuda as empresas a organizar, acessar e aproveitar ao máximo os seus ativos de informação. Prepare-se para desvendar os segredos da gestão de conteúdos empresariais e o seu impacto no ambiente corporativo moderno. Continue a leitura e saiba mais!

O que é ECM e como funciona?

ECM é uma sigla em inglês para Enterprise Content Management (Gestão de Conteúdo Empresarial). Trata-se de um conjunto de estratégias, processos e tecnologias que as empresas utilizam para capturar, gerenciar, armazenar, preservar e distribuir informações e documentos relacionados às operações e processos de negócios. A sua função fundamental é garantir que as informações estejam disponíveis para as pessoas certas no momento certo, de maneira eficiente e segura.

O ECM abrange diversas atividades, como a digitalização de documentos físicos, a organização de arquivos digitais, a automação de fluxos de trabalho, a aplicação de políticas de retenção e segurança da informação, a colaboração e o compartilhamento de documentos, entre outros. Além disso, ele visa à conformidade com regulamentações e padrões do setor, garantindo que as informações sejam tratadas de acordo com as políticas da empresa e regulamentos governamentais.

Quais são os principais benefícios do processo?

No cerne do ECM está a capacidade de criar repositórios centralizados de informações, facilitando a recuperação rápida e eficiente de dados quando necessário. Com a crescente quantidade de informações geradas nas empresas, o ECM desempenha um papel crítico no aperfeiçoamento dos processos internos e no apoio à tomada de decisões baseadas em dados confiáveis.

Dessa forma, o ECM atua como uma abordagem estratégica para gerenciar o conteúdo empresarial, melhorando a eficiência operacional e promovendo a colaboração e a conformidade.

Quais são os elementos do ECM?

Há 5 elementos-chave em todo ECM, conforme você vai conferir a seguir.

Capturar

O primeiro elemento é capturar, isto é, realizar a coleta de informações e conteúdo empresarial, seja por meio da digitalização de documentos físicos, seja por importação de dados digitais ou outras fontes, garantindo que as informações estejam disponíveis eletronicamente.

Armazenar

O segundo elemento é armazenar. Refere-se ao armazenamento seguro e organizado de conteúdo em um repositório centralizado, muitas vezes baseado em sistemas de gerenciamento de documentos ou soluções de armazenamento em nuvem. Deve tornar os dados acessíveis às pessoas estratégicas da organização.

Gerenciar

O terceiro elemento abrange a administração de documentos e informações ao longo do seu ciclo de vida, incluindo a organização, classificação, aplicação de políticas de retenção, controle de versões e acesso controlado. Envolve também analisar, em cada situação, quais dados ainda se aplicam, quais precisam ser atualizados e quais podem ser descartados, sempre em segurança.

Preservar

O processo de preservar, por sua vez, envolve a retenção segura e em longo prazo de informações críticas, garantindo conformidade com regulamentações e políticas internas de retenção de dados. É particularmente aplicável aos dados mais permanentes e menos efêmeros das organizações.

Entregar

Por fim, o elemento entregar refere-se à distribuição eficiente e segura de informações para os usuários autorizados, garantindo que eles tenham acesso às informações de que precisarem quando necessário. Trata-se de democratizar a informação, mas mantendo sigilo onde e quando for preciso.

Esses elementos são fundamentais para o funcionamento eficaz de um sistema de ECM, permitindo que as empresas gerenciem os seus ativos de informação de maneira organizada, eficiente e em conformidade com as regulamentações e políticas relevantes.

Como colocar o ECM em prática?

Para colocar o ECM em prática com sucesso, considere as seguintes dicas.

1. Conheça as necessidades da empresa

Antes de implementar o ECM, é fundamental entender as necessidades específicas da sua empresa. Realize uma análise abrangente para identificar os desafios de gerenciamento de conteúdo que a sua organização enfrenta e estabeleça metas claras para o projeto.

2. Entenda a diferença entre ECM e PCM

Esteja ciente da diferença entre ECM (gerenciamento de conteúdo empresarial) e PCM (gerenciamento de processos de conteúdo). O ECM lida com a gestão de informações e documentos, enquanto o PCM se concentra em automatizar fluxos de trabalho e processos de negócios relacionados a esses conteúdos. Compreender essa distinção o ajudará a definir melhor os seus objetivos.

3. Mapeie os problemas

Faça um mapeamento detalhado dos problemas de gerenciamento de conteúdo que a sua empresa enfrenta. Isso inclui identificar gargalos, ineficiências e áreas onde a informação é mal organizada ou difícil de acessar. Defina também os tipos de conteúdo a serem gerenciados: transações diárias, informações de negociações, materiais de marketing, conteúdos publicitários, dados de clientes, entre outros.

4. Automatize tarefas

Uma das vantagens do ECM é a capacidade de automatizar tarefas repetitivas e processos de negócios. Dessa forma, identifique quais processos podem ser automatizados para economizar tempo e melhorar a precisão, como catalogar informações, ordená-las etc.

5. Escolha uma boa plataforma de ECM

Por fim, investir em uma plataforma de ECM confiável e adequada às necessidades da sua empresa é crucial. Assim, avalie as opções disponíveis, mas leve em consideração fatores como escalabilidade, integração com os sistemas já existentes na organização, segurança e facilidade de uso.

Como escolher a plataforma de ECM ideal?

Para escolher a plataforma de ECM ideal, comece por compreender as necessidades específicas da sua organização, identificando desafios e objetivos de gerenciamento de conteúdo. Considere fatores como escalabilidade para acomodar o crescimento futuro, integração com os demais programas utilizados, segurança de dados, praticidade e capacidade de personalização.

Avalie também a possibilidade de automação de fluxos de trabalho e o suporte à conformidade regulatória. Pesquise fornecedores confiáveis, com histórico sólido, leia avaliações de clientes e solicite demonstrações ou testes para avaliar a usabilidade da solução. Finalmente, envolva as partes interessadas da sua empresa na tomada de decisão para garantir que a plataforma atenda às necessidades de todos os departamentos e funcionalidades essenciais.

Se você deseja implantar o ECM na sua organização, conheça as soluções da eBox digital. Oferecemos serviços de gestão eletrônica de documentos, organização de acervos, digitalização, destruição segura, entre outros. Entre em contato conosco agora mesmo!

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Roberto Gonçalves
Escrito por

Roberto Gonçalves

Conecta tudo e todos dentro da eBox. É especialista em Gestão de Processos Gerenciais e Segurança Cibernética. Vem liderando desafios há pelo menos 20 anos nas empresas mais relevantes do setor.

Confira outros artigos

Assinatura com certificado digital: como funciona e quais as vantagens

Transformação Digital

Assinatura com certificado digital: como funciona e quais as vantagens
Leia mais
ICP certificado digital: quais os tipos oferecidos no Brasil?

Legislação

ICP certificado digital: quais os tipos oferecidos no Brasil?
Leia mais