Voltar para o blog

Saiba como funciona o machine learning e como aplicar na empresa

Marcelo Araújo
Marcelo Araújo 22/05/2019
Saiba como funciona o machine learning e como aplicar na empresa

Transformação Digital

A inteligência artificial é uma temática discutida desde meados do século passado, mas por vezes foi tratada apenas como ficção científica. Porém, recentemente, os avanços tecnológicos trouxeram de forma definitiva a questão para o mundo dos negócios, e uma dessas possibilidades diz respeito ao modo como funciona o machine learning. No artigo de hoje, vamos explicar seu funcionamento e demonstrar como pode ser utilizado em sua organização!

O que é o machine learning?

Machine learning é um subconjunto da área de inteligência artificial (IA) e sua definição mais comum está relacionada à capacidade dos computadores aprenderem e agirem sem estarem programados de modo explícito. É uma ciência que se concentra em analisar e interpretar padrões e estruturas em dados para permitir o aprendizado, o raciocínio e a tomada de decisões fora da interação humana. Simplificando, o machine learning permite que um usuário humano alimente um algoritmo de computador com uma imensa quantidade de dados e, a partir daí, o sistema consiga analisar e fazer as recomendações baseadas em decisões tomadas por ele e que não foram previamente programadas. À medida que mais interações acontecem, maior se torna a sua habilidade de fazer escolhas, aumentando o seu nível de acerto.

Como funciona o machine learning?

Digamos que você queira criar um programa para um jogo de xadrez. Há, basicamente, duas maneiras diferentes de fazer essa programação. A primeira abordagem é programar de forma clara as instruções que seu sistema utilizará. Se as peças estiverem de acordo com uma configuração pré-definida, um comando seria mova seu cavalo para tal casa, por exemplo. Na jogada seguinte, quando a mesa mudar, faça outro movimento. Esse método codificado não é particularmente prático ou atraente, pois é quase impossível para o programador considerar todos os possíveis cenários de antemão. Ou seja, todas as jogadas do computador dependerão exclusivamente do que há em sua memória desde o momento inicial. A segunda forma é simplesmente programar seu robô com as regras do xadrez, com os tipos de movimentos que são permitidos. Assim, por exemplo, coloque o sistema para jogar milhares de jogos contra adversários online. Deixe que ele decida quais movimentos fazer com base na configuração do momento. Você pode recompensá-lo quando ganhar ou penalizá-lo quando perder, e dessa forma ele “aprende” quais movimentos são os melhores em cada situação. É algo análogo ao processo de evolução de habilidades para os humanos, porém pode ser realizado de maneira contínua e em volume exponencial.

Quais as aplicações em negócios?

O machine learning é muito importante, pois os dados estão relacionados cada vez mais à força vital dos negócios. As decisões baseadas em fatos fazem toda a diferença entre estar na vanguarda, conseguir acompanhar a concorrência ou simplesmente ficar para trás. Assim, o uso aplicado da inteligência artificial pode ser a chave para desvendar as informações disponíveis para fazer escolhas que coloquem a empresa sempre à frente. O machine learning já está produzindo enormes efeitos na economia e na vida em geral. Atividades e até mesmo processos inteiros de diversos setores estão sendo automatizados e o mercado de trabalho será modificado para sempre. Há inúmeras aplicações em todos os tipos de indústrias. Em atividades de manufatura, o machine learning ajuda na manutenção preditiva e no monitoramento das condições de operação dos equipamentos. No varejo, ajuda a entender o comportamento dos consumidores e pode ser utilizado para as técnicas de upselling. Na área da saúde permite a identificação prévia de epidemias, a busca simplificada por tratamentos para condições raras e dá às organizações maior eficiência na gestão de recursos. Em bancos, pode ser utilizado para cálculos complexos e análise de riscos, otimizando as negociações de cessão de crédito. De maneira geral, o machine learning pode ser utilizado para o cruzamento de dados de fontes distintas, viabilizando encontrar padrões e eventuais condições especiais que seriam muito difíceis de simular utilizando força humana. É possível fazer a gestão de documentos de maneira autônoma, a partir de poucos critérios definidos a priori. São diversas as possibilidades de como funciona o machine learning, e, sem dúvidas, é um caminho sem volta. Assine nossa newsletter para ficar sempre por dentro das principais atualidades do mundo da tecnologia!

Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Marcelo Araújo
Escrito por

Marcelo Araújo

Responsável pelo time de vendas e marketing da eBox. Mais de 25 anos de experiência na área comercial com foco em vendas de produtos de tecnologia e serviços.

Confira outros artigos

Aprenda como não errar na sua gestão de documentos fiscais

Organização

Aprenda como não errar na sua gestão de documentos fiscais
Leia mais
ISO 27001: como está a segurança dos dados da sua empresa?

Segurança

ISO 27001: como está a segurança dos dados da sua empresa?
Leia mais