Voltar para o blog

Etiquetas RFID: entenda sua importância para rastreabilidade e segurança da informação!

Roberto Gonçalves
Roberto Gonçalves 21/11/2019
Etiquetas RFID: entenda sua importância para rastreabilidade e segurança da informação!

Segurança



As etiquetas RFID, também conhecidas como Identificação por Rádio Frequência, são muito utilizadas para o controle de estoque das empresas, independentemente do seu tamanho ou atividade.

Elas têm como objetivo reconhecer e rastrear os produtos por meio de um sinal de radiofrequência. Dessa forma, essa ferramenta tem em sua estrutura uma antena responsável por buscar informações e um chip para armazenar os dados, ambos protegidos por uma tag.

Essa tecnologia surgiu durante a Segunda Guerra Mundial para identificar quais eram os aviões aliados e os inimigos. Atualmente, é usada em bibliotecas para evitar furto ou para o acesso a prédios e transportes públicos, por exemplo.

Se você está procurando por uma ferramenta para otimizar os processos e o controle de estoque da sua empresa, acompanhe nosso artigo e saiba mais sobre as etiquetas RFID!

Quais os tipos e modelos de etiquetas RFID?

Como dito, as etiquetas RFID são pequenos dispositivos com um “microchip” ou pequeno ponto que emite ondas de radiofrequência. Essas ondas são lidas por antenas, responsáveis por enviar ondas de rádio frequência e captar informações respondidas pelas etiquetas. Nesses chips, é possível incluir diversas informações como serial de produto, data validade, lote, nome do produto, nome da empresa, entre outros.

No mercado são encontrados diversos modelos de etiquetas RFID, principalmente aquelas direcionadas para usos específicos. Porém, de modo geral, ao escolher o tipo de etiqueta, é importante saber qual a sua memória, classificação e frequência. Confira os principais tipos de etiquetas de RFID!

Etiqueta passiva

Esse tipo de etiqueta não manifesta sinal de rádio, somente responde ao sinal que é emitido pela antena ou pelo coletor de dados móvel com a captura RFID. Geralmente, tem suas informações gravadas permanentemente no modelo de fábrica, mas algumas podem ser regraváveis.

Etiqueta ativa

A etiqueta ativa tem sua própria fonte de energia, por isso emite sinais de rádio que possibilita sua leitura a distâncias maiores. Em geral, tem uma grande capacidade de armazenar informações e seu encapsulamento pode ser realizado para resistir a ambientes hostis, porém são mais sofisticadas e caras.

Com relação às frequências utilizadas em um sistema RFID, elas podem variar conforme a sua utilização. Um sistema de radar apresenta frequência e alcances muito maiores que um sistema de pagamento via telefone celular, por exemplo. De modo geral, as três frequências mais usadas para o sistema RFID são: LF (baixa frequência), de 125kHz, HF (alta frequência), 13,56 MHz, UHF (ultra alta frequência), que opera na faixa de 860 a 960MHz.

Qual é a aplicação da etiqueta?

Segundo dados de uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Automação  GS1 Brasil, 80,6% dos produtos que circulam no mercado têm código de barras. Não é de hoje que sabemos que ele está presente em quase tudo que adquirimos. Dessa maneira, a presença da identificação é importante para impulsionar as vendas e facilitar a administração do negócio.

Contudo, podemos dizer que a etiqueta RFID é uma alternativa para sair dos códigos de barras tradicionais, por ser mais eficaz e tornar o processo dinâmico e de simples identificação, assim como de capturar os dados com mais rapidez. Além disso, ela facilita o controle de entrada e saída de itens no estoque, por conseguir identificar diversos produtos de uma vez e permitir a leitura em longa distância.

Podemos dizer, nesse caso, que as etiquetas RFID podem ser aplicadas em praticamente qualquer item, desde que seja escolhida a etiqueta apropriada ao item em que será utilizada. As aplicações mais comuns são:

  • identificação de patrimônio/ativos;
  • administração da cadeia de suprimentos e de logística;
  • controle de documentos e de materiais;
  • rastreamento de artigos de TI;
  • controle de acesso e segurança;
  • identificação de animais;
  • controle de linhas de montagem industriais;
  • sistema de cobrança de pedágios.

Qual a sua importância para a rastreabilidade e segurança da informação?

De um modo geral, as funções da tecnologia RFID facilitam o gerenciamento e agregam valor aos produtos e serviços. Isso contribui para que se tenha mais controle sobre os produtos, oferecendo uma percepção exclusiva do cenário, ou seja, o RFID carrega informações que identificam os itens de maneira única.

Os colaboradores, dessa forma, podem atuar focados em atividades que agregam mais valor à empresa, o que traz impacto diretamente nos resultados, com a melhoria da produtividade e do atendimento aos consumidores.

Dependendo do ambiente, o dispositivo pode alcançar uma altura superior a 10 metros. Permite ler e gravar informações — e a leitura não precisa ser necessariamente estática e em linha reta como no código de barras — além de captar ondas de frequência de objetos em movimentos. A distância de registro é maior do que a leitora óptica e, assim, consegue gravar um código único e inalterável de produtos e peças.

Quais são as vantagens de usar as etiquetas RFID?

Essa tecnologia traz grandes benefícios, além dos citados acima. Dessa forma, separamos os principais motivos pelos quais é importante verificar se essa ferramenta é indicada para o seu negócio e se atende às suas necessidades. Confira!

Eliminação das falhas humanas

Erros são cometidos até por funcionários mais antigos e bem treinados. Por menores que sejam essas falhas, elas geram prejuízos e retrabalhos, além de serem responsáveis por impactar negativamente o resultado do negócio. Com a utilização da RFID, diminui significativamente esse problema, pois ela coleta os dados automaticamente e torna o processo mais seguro e confiável.

Agilidade no processo de expedição

Essa tecnologia rastreia todo o fluxo do produto, desde o momento da fabricação até a entrega. Assim, você consegue gerar relatórios de inventários em tempo real, atribuir atividades aos colaboradores e facilitar a tomada de decisão. Portanto, rapidamente é possível contornar os possíveis problemas ou aproveitar as oportunidades.

Prevenção de roubos ou falsificações de mercadorias

Com o seu sistema de rastreamento, é possível também identificar em tempo real os desvios no estoque. Permitindo, assim, agir rapidamente e saber em qual local o produto desapareceu. Isso tudo sem contato visual com o item, já que a etiqueta permite a identificação em longa distância. Outro ponto é que a RFID consegue comprovar a autenticidade, evitando problemas com produtos falsificados.

Melhoria no controle de estoque

Ao contar com a ajuda dessa tecnologia, muitos processos são otimizados. Por exemplo, é possível reduzir a mão de obra e o tempo gasto na expedição de mercadorias. Como o chip conta com um sistema inteligente de armazenamento, a etiqueta beneficia o fluxo de trabalho e o controle do estoque de qualquer empresa.

Por fim, é interessante destacar que a eBox utiliza a tecnologia das etiquetas RFID para armazenamento de caixas em suas unidades, garantindo a fácil e a rápida localização dos documentos armazenados. Assim, com a tecnologia de radiofrequência, a empresa garante que nenhuma caixa ou documento sejam perdidos.

Como mencionamos, as etiquetas RFID trazem várias vantagens e são muito úteis para qualquer organização, ainda mais em tempos de urgência! Quando aliada a uma equipe bem treinada e utilizada corretamente, essa tecnologia pode ser um grande diferencial competitivo para a empresa, contribuindo para a melhoria dos serviços, aumento do controle de qualidade, redução do tempo e custo de movimentação das suas mercadorias. Portanto, lembre-se de escolher um modelo que atende às necessidades de sua empresa e que se adapte ao seu modelo de negócio.

Quer entender mais sobre a etiqueta RFID? Então, baixe agora mesmo o e-book “Como a gestão eletrônica de documentos gera mais segurança e economia para sua empresa”.



Gostou? Inscreva-se e receba novidades!

Roberto Gonçalves
Escrito por

Roberto Gonçalves

Conecta tudo e todos dentro da eBox. É especialista em Gestão de Processos Gerenciais e Segurança Cibernética. Vem liderando desafios há pelo menos 20 anos nas empresas mais relevantes do setor.

Confira outros artigos

eBox e Ambev, uma parceria que é muito mais que guarda de documentos

Gestão

eBox e Ambev, uma parceria que é muito mais que guarda de documentos
Leia mais
Onboarding digital: o que saber sobre a integração de novos colaboradores?

Gestão

Onboarding digital: o que saber sobre a integração de novos colaboradores?
Leia mais